Artigo: Auditoria Contábil Como Instrumento de Gestão para as Pequenas e Médias Empresas

3 de Abril de 2018

 

 

 

 

 

Por:

Aline Braga Silva Cardoso e Eloir Trindade Vasques Vieira

 

 

 

 

RESUMO

 

O presente trabalho teve como objetivo demonstrar a relevância da auditoria contábil como instrumento de gestão para as pequenas e médias empresas (PME’S), efetuando uma análise dos resultados através das informações obtidas. Conforme a metodologia utilizada, desenvolveu-se uma pesquisa na forma descritiva, com abordagem qualitativa, exploratória e analítica sobre o tema, empregando a pesquisa bibliográfica pautada em livros, por meio de interpretações de autores e especialistas no assunto, revistas, sites, sendo realizado o levantamento de dados e informações acerca das gestões dos empreendimentos. Em decorrência da crescente expansão das PME’S no cenário nacional, devido ao agravamento da crise econômica a partir do ano de 2015, onde os vários trabalhadores perderam seus empregos formais e não conseguiram se recolocar no mercado de trabalho, encontrando no empreendedorismo uma alternativa para superar as dificuldades impostas pelo desemprego. Entretanto, constatam-se um alto índice de mortalidade destas empresas nos primeiros anos de vida devido à falta de planejamento, administração, estrutura, capacitação, recursos, falha na gestão, inexperiência e outros fatores que levam a ocorrência de erro e fraude dentro da organização, problemas determinantes que culminam no encerramento das operações. Diante do exposto, verificou-se que a auditoria tanto a interna quanto a independente, unidas à área contábil, utilizando-se em conjunto um sistema de controle interno, são importantes ferramentas de apoio e auxilio aos empreendedores. A auditoria, por ser uma atividade de assessoramento e consultoria, proporciona um bom planejamento que é imprescindível para as PME’S, atua como uma finalidade preventiva, detectando problemas, propondo alternativas e possíveis soluções, contribuindo na reestruturação das empresas. O controle interno também é de fundamental relevância nas organizações, pois atua para um desempenho operacional eficaz, traçando metas, servindo de suporte aos empreendedores no gerenciamento dos negócios e na tomada de decisões, capacitando sua equipe para um desempenho efetivo quanto à realização e execução das tarefas, contribuindo para a prevenção de erros e irregularidades. Observa-se que estas ferramentas são essenciais para o sucesso, crescimento saudável e longevidade do empreendimento.

 

Clique aqui e leia o artigo na íntegra

 

 

 

 

Nota.: O conteúdo do artigo publicado é de responsabilidade única e exclusiva de seus autores. O CRC/MS não se responsabiliza por artigos assinados ou de origem definida. Mesmo quando não publicados, os originais não serão devolvidos.